Opiniao

Isto não vai durar para sempre

Li hoje no jornal online que Portugal endividou-se com taxas de juro inferiores a .... 0,1%. Concretamente, Portugal endividou-se a 6 meses a taxa de 0,047%  e a doze meses a 0,094%.

Não é preciso ser um especialista em Finanças para perceber que estas taxas são baixíssimas. A razão principal é o programa do Banco Central Europeu, que compra agora títulos de dívida (na dívida de taxa fixa, se há mais procura e o preço do título sobe, a respectiva taxa de juro desce, e vice-versa).

A outra razão para estas taxas de juro baixíssimas é o fraco crescimento económico na Europa.

Nos Estados Unidos, que também se confrontavam com um problema de baixo crescimento económico, como aqui, o Banco Central americano colocou em prática um programa gigantesco de compra de dívida americana, para manter os juros baixos e estimular a economia. Actualmente, com a economia americana a crescer à invejável taxa de 4%,e a taxa de desemprego na casa dos 6%, o seu programa de compra de dívida está a chegar ao fim.

Aqui, na zona euro, ainda estamos longe do dia do fim do nosso programa de compra de dívida (na melhor das hipóteses, na segunda metade de 2016), mas a experiência americana demonstra que estes programas resultam.

E que, como é lógico, as taxas de juro vão subir, evoluindo para patamares mais normais.

Se está a pensar pedir um empréstimo, está na altura de começar a comparar as diferentes alternativas.