Internacional

Nove detidos por ligações ao ataque na Tunísia

Nove pessoas foram detidas por suspeita de estarem relacionados com o ataque de ontem no museu Bardo, na Tunísia.

Quatro dos detidos terão ligações directas ao incidente e os outros cinco estarão ligados ao grupo terrorista responsável pelo ataque, avança a AFP.

O atentado, que ainda não foi reivindicado, vitimou 20 turistas e um tunisino. Entre as vítimas mortais estão polacos, italianos, alemães e espanhóis.

Os autores do incidente, armados com kalashnikov e vestidos com uniformes militares, dispararam sobre os visitantes quando eles saiam de um autocarro. De seguida, fizeram reféns dezenas de turistas durante várias horas até que as forças de segurança entraram no edifício.

Dois dos atiradores foram abatidos no local e já foram identificados pelas autoridades tunisinas. Yassine Laabidie e Hatem Khachnaoui são ambos tunisinos e o primeiro já estava referenciado pelas autoridades.