Internacional

Mulher espancada até à morte por queimar o Corão

Uma mulher foi morta por uma multidão em fúria por ter queimado o Corão. O corpo da vítima foi depois queimado e deitado ao rio, na quinta-feira em Cabul (Afeganistão).


No vídeo do incidente, segundo o Telegraph, podemos ver a mulher de 27 a ser agredida com tijolos e a ser repetidamente pisada, perto de uma mesquita.

A mulher terá sido atacada por pegar fogo a páginas do livro sagrado dos muçulmanos. Depois do ataque, a multidão queimou o seu corpo e atirou-o ao rio de Cabul.

Um porta-voz do ministro do Interior afegão confirmou, através de sua conta de Twitter, que foram detidas quatro pessoas por ligações ao incidente.

Os pais disseram às autoridades que a filha sofria de problemas mentais há vários anos e que não tinha intenção de queimar o Corão.

Um relatório da ONU, em 2013, referia que a grande maioria dos actos de violência contra as mulheres não são reportados, especialmente nas áreas rurais.

Neste caso em específico, os grupos de direitos humanos têm dúvidas que tenha sido feito o suficiente para impedir as acções da multidão.