Internacional

Eleições em França: Extrema-direita arrasa socialistas

Os socialistas saíram derrotados nesta noite eleitoral em França. As primeiras projecções das eleições departamentais dão 31% dos votos à União para um Movimento Popular (UMP), do ex-Presidente Nicolas Sarkozy, 24,5% à Frente Nacional de Marine Le Pen e 19.7% ao Partido Socialista de François Hollande e seus aliados. A abstenção chegou aos 51%.

Eleições em França: Extrema-direita arrasa socialistas

Nunca os socialistas pensaram sair-se bem destas eleições, ao ponto de a sua estratégia passar apenas por apelar a que os franceses fossem votar, na esperança de amenizar a ascensão do partido de extrema-direita liderado por Le Pen, mesmo que isso significasse a vitória do partido conservador de Sarkozy.

O primeiro-ministro, Manuel Valls, foi o primeiro a dar os parabéns à Frente Nacional pela sua vitória justa. Mas ressalvou: “Mesmo que a votação na extrema-direita tenha sido muito elevada esta noite, não quer dizer que estejam no comando da política francesa ", disse. "

A Frente Nacional preparara terreno para as presidenciais de 2017 ao erguer um batalhão de políticos locais que farão campanha nos seus municípios.

Estas eleições têm duas voltas, por isso os resultados determinam os candidatos que concorrem à segunda volta no dia 29.

Os socialistas, que actualmente controlam a maioria dos concelhos, estão neste momento a atravessar uma queda vertiginosa de popularidade depois do falhanço do Governo em recuperar a economia francesa.

AP/SOL

Os comentários estão desactivados.