Economia

Bruxelas e BEI criam modelo financeiro para apoiar desenvolvimento rural

A Comissão Europeia e o Banco Europeu de Investimento (BEI) apresentaram hoje um modelo de instrumento de garantia que facilita o acesso dos agricultores a crédito e que pode ser adaptado pelos Estados-membros para configurar financiamentos.

O modelo tem como objectivo ajudar os agricultores e outras empresas rurais no acesso a crédito e os Estados-membros, ou mesmo regiões, podem adaptá-lo para criar instrumentos financeiros ao abrigo dos programas de desenvolvimento rural, no âmbito do Fundo Europeu Agrícola de Desenvolvimento Rural (Feader).

O investimento na transformação e comercialização, no arranque de empresas ou garantia em créditos para investimentos são outras utilizações possíveis do modelo de investigação.

Com recurso a instrumentos financeiros, os agricultores "podem transformar um euro de dinheiro público em dois euros, três euros ou ainda mais através de empréstimos seguros que ajudem principalmente os jovens agricultores a criar investimento e emprego", disse o comissário europeu para a Agricultura, Phil Hogan.

Ao abrigo das regras do Feader, Estados-membros e regiões podem incluir instrumentos financeiros (como fundos de garantia) nos programas de desenvolvimento rural no período 2014-2020.

Lusa/SOL