Economia

IVA não impede deterioração das contas públicas

O défice público até Fevereiro atingiu 240 milhões de euros. Segundo um comunicado do Ministério das Finanças, este saldo das contas públicas ocorreu apesar da melhoria na cobrança de impostos, sobretudo do IVA.

Segundo dados da DGO, as contas públicas passaram de um excedente de  549 milhões de euros em Janeiro para um défice. O gabinete de Maria Luís Albuquerque explica que o desempenho em Fevereiro ficou marcado por uma subida de 2,1% na receita fiscal líquida do Estado, que ascendeu a 6.365 milhões de euros.

Mas a despesa total aumentou 365 milhões de euros devido ao ‘perfil intra-anual de algumas das rubricas da despesa, em particular o pagamento de rendas de subconcessões”. A despesa primária, isto é, excluindo a despesa com juros, aumentado apenas 15 milhões, acrescenta o ministério.

Nos impostos, destaque para a subida da colecta de IVA: aumentou 7,8% e representou mais 225 milhões de euros do que no passado. “Este crescimento expressivo da receita do IVA continua a evidenciar a recuperação da actividade económica e a crescente eficácia das novas medidas de combate à evasão fiscal e à economia paralela”, refere o comunicado.

joao.madeira@sol.pt