Sociedade

Ferry internacional vai ligar Alto Minho à Galiza

O 'ferry' internacional que liga Caminha, no Alto Minho e La Guardia (Galiza) vai voltar a fazer a travessia do rio Minho durante o fim de semana da Páscoa, anunciou hoje a autarquia portuguesa.

Em comunicado, a Câmara de Caminha, liderada pelo socialista Miguel Alves, adiantou que a embarcação, parada há um ano, terá que suspender novamente as ligações, na próxima semana, para que prossigam os trabalhos de limpeza do cais de atracação.

 

"Todos os esforços estão a ser desenvolvidos para que, a partir do segundo fim-de-semana de Abril, o 'ferry boat' Santa Rita de Cássia retome o normal funcionamento", lê-se na nota enviada à imprensa.

 

A operação de dragagem de mais de 19 mil metros cúbicos de areia do cais de atracção da embarcação, começou no passado dia 17 de Março, num investimento de 72 mil euros "integralmente" suportado pela Câmara de Caminha.

 

O 'ferryboat', que começou a cruzar o rio Minho em 1995, parou em Abril do ano passado para a renovação do certificado de navegabilidade e para a realização de obras no pontão flutuante e de extracção de areias junto ao cais.

 

Aquela dragagem começou em Junho passado, orçada em cerca de 16.875 euros, e não resolveu o assoreamento junto ao cais.

 

Caminha é único concelho do vale do Minho que depende do transporte fluvial para garantir a ligação regular à Galiza, enquanto os restantes quatro concelhos da região dispõem de pontes internacionais.

Lusa/SOL