Sociedade

Lisboa: Saco abandonado lançou o pânico em terminal fluvial

A Transtejo disse hoje que a suspeita levantada por um saco abandonado ao final da tarde ficou resolvida pela PSP cerca das 20:00, faltando agora regularizar a situação no local. 

 

Em declarações anteriores à agência Lusa, a PSP informou que a situação na estação fluvial no Terreiro do Paço "estaria regularizada a qualquer momento", depois de aquele espaço ter sido parcialmente encerrado devido à presença de um saco que levantou suspeitas.

A PSP informou também que o saco que levantou suspeitas estava junto à entrada da estação fluvial e que no seu interior continha duas caixas de sapatos vazias.

A estação fluvial do Terreiro do Paço foi parcialmente encerrada ao final da tarde de hoje, cerca das 18:00, na sequência de um aviso de ameaça de bomba, depois de detectado o saco.

O trânsito no local também foi cortado, estando a estação localizada em frente ao Ministério das Finanças.

Fonte da Transtejo, grupo responsável pelas ligações fluviais no Tejo na região de Lisboa, disse que o fecho dos dois pontões provocou atrasos nas ligações entre as duas margens do rio Tejo, situação que ficará resolvida em breve.

Lusa/SOL