Sociedade

Novo sistema para renovar carta de condução reduziu tempo de espera

O Governo anunciou hoje que o novo sistema para revalidação de cartas de condução, implementado pelo Instituto da Mobilidade e dos Transportes (IMT) em Março, permitiu reduzir, em 100 mil, os cerca de 280 mil processos em atraso.

Novo sistema para renovar carta de condução reduziu tempo de espera

Na comissão de Economia e Obras Públicas, o secretário de Estado das Infraestruturas, Sérgio Monteiro, adiantou que o Sistema de Obtenção Fiável de Imagem e Assinatura (SOFIA) levou a uma diminuição em 100 mil as cartas de condução por despachar, num total de cerca de 280 mil.

Já antes o ministro da Economia, Pires de Lima, tinha referido "o desconforto com o tempo de espera na renovação das cartas de condução sobretudo para pessoas que têm na condução a sua profissão".

O novo método implementado pelo IMT para conseguir diminuir os processos que se avolumavam levou a um alargamento do horário do trabalho dos serviços do organismo público.

"Os trabalhadores aderiram voluntariamente. Quero agradecer aos que tiraram tempo das suas vidas pessoais para resolver um problema que é de todos", destacou Sérgio Monteiro.

A notícia em torno das 280 mil cartas de condução atrasadas e deste novo sistema foi avançada na edição de hoje do Jornal de Negócios, e João Carvalho confirmou à Lusa este número, adiantando que diz respeito a cartas "acima de tudo de 2014 e 2013", e que mais de 80% destas são da Grande Lisboa.

O responsável diz ainda que "95% destes atrasos devem-se às fotografias de má qualidade que eram entregues".

"A partir de agora não há papéis", prosseguiu o presidente do IMT, declarando que o condutor apresentando agora o Cartão do Cidadão terá facilidade na revalidação. 

Lusa/SOL

Os comentários estão desactivados.