VarandadoChiado

Sardinhas de ouro?

Os Santos Populares ainda são o que eram. A começar pelo Santo António de Lisboa – de Alfama, do Castelo, do Bairro Alto, da Mouraria...

um pouco por toda a capital e arredores, há arraiais com fartura e febras na brasa ou caldo verde e, não podem faltar, sardinhas assadas. este‘não podem faltar’ é que é relativo: é que com a sardinha a 2,5 euros a unidade (sim, dois euros e meio; ou seja, mais do que custa um kg de sardinhas na praça ou no mercado ou nos supermercados das imediações) não há carteira popular que aguente. é um exagero. mas mesmo com a sardinha a preço de ouro, os serviços camarários recolheram toneladas e toneladas de lixo, só nos bairros mais típicos, no dia seguinte à noite longa de domingo para segunda-feira. a crise parece ter passado ao lado do santo antónio (pelo menos por uma noite). e em marcha acelerada.