Sociedade

Pai entrega filhas à GNR

Duas meninas de 11 e 12 anos foram entregues pelo pai, no domingo de Páscoa, no posto da GNR de Joane, Famalicão. O homem alegou que não tinha condições para cuidar das crianças.

As menores foram depois entregues aos avós maternos, avança o Jornal de Notícias, mas a decisão final sobre a guarda das menores será tomada pelo Tribunal de Menores, para onde foi encaminhado o processo.

A mãe das crianças morreu em 2012. Foi encontrada pelas filhas, em casa, em circunstâncias que ainda estão por esclarecer. As meninas viviam desde então com o pai, mas não estavam referenciadas na Comissão de Protecção de Menores.

Vizinhos da família contaram aos militares que ouviram vários gritos, na manhã de domingo passado, horas antes de serem entregues pelo pai.  Ainda assim, mostraram-se surpreendidos com a situação.

“Cruzava-me com ele e com as filhas na garagem muitas vezes e pareciam uma família normal”, afirmou uma vizinha ao JN.