Sociedade

Penhoras bloqueadas devido a problemas informáticos

Os mais de mil agentes de execução em Portugal estão desde quinta-feira sem conseguir fazer novas penhoras bancárias, nem inserir processos no seu sistema informático. “O Sistema Informático de Suporte à Actividade do Agente de Execução (SISAAE) está totalmente bloqueado”, confirmaram ao SOL vários agentes de execução.

Estes agentes, que são responsáveis pela cobrança de dívidas, dizem que sem sistema informático não conseguem trabalhar. “Estamos parados. Nem sequer conseguimos aceder ao ao SISAAE que é fundamental para podemos notificar, executar e enviar informação para os tribunais”, desabafou um agente de execução da região de Lisboa.

O SOL contactou a Câmara dos Solicitadores, que é responsável pela criação do SISAAE, que promete esclarecer o que está na origem do problema. Mas à Lusa um agente de execução adianta que o bloqueio se deve a "problemas técnicos surgidos na passada quinta-feira não foram ultrapassados, apesar dos esforços desenvolvidos durante todo o fim-de-semana, em que estiveram envolvidas as equipas da Câmara dos Solicitadores, da CASO e da IBM".

*com Lusa