Internacional

Este país vai restringir a venda de álcool a partir de hoje

A venda de cerveja e de outras bebidas com baixo teor alcoólico é proibida a partir de hoje nos pequenos estabelecimentos comerciais da Indonésia, segundo uma nova lei adoptada no país, à excepção da ilha de Bali.  

A medida abrange cerca de 16.000 minimercados e 55.000 lojas, sendo que a maioria já não vendia álcool devido às dificuldades na obtenção das autorizações necessárias. 

A proibição vai atingir os retalhistas e pequenos vendedores de rua, mas não abrange os supermercados, hotéis, bares e restaurantes.

A nova lei causou especial apreensão em Bali, ilha bastante procurada pelos turistas estrangeiros, com uma população maioritariamente hindu, escreve a AFP. 

Mas o ministro do Comércio, Rachmat Gobel, prometeu que os vendedores vão poder continuar a vender bebidas com baixo teor alcoólico na praia. 

Poucos dias antes da entrada em vigor destas novas restrições, os partidos islâmicos propuseram a interdição total da venda de álcool no país muçulmano mais populoso do mundo, com 250 milhões de habitantes. 

O ministro do Comércio justificou a proibição da venda de bebidas com baixo teor de álcool nos pequenos estabelecimentos comerciais com razões de saúde pública e morais, face a preocupações com o consumo por parte dos menores.

O mercado de álcool na Indonésia é dominado pela cerveja Bintang, produzida no país, mas as marcas internacionais também estão presentes.

Os indonésios estão entre os menores consumidores de álcool per capita no sudeste asiático, com cerca de 75% homens e 90% de mulheres a absterem-se do consumo de bebidas alcoólicas, banido pelo islão. 

Lusa/SOL