LifeStyle

Sal da terra

Depois de ser ter afirmado, como uma das marcas portuguesas mais conceituadas na comercialização de flor de Sal, a Salmarim acaba de lançar no mercado a sua linha de sal grosso. E tal como fez com os saleiros em cortiça, para preservar a flor de sal nas suas melhores condições, agora desenvolveu uma edição especial, de 100 unidades, de saleiros de autor assinados pela artista plástica Fernanda Rios e inspirados na obra do Padre António Vieira, Sermão de Santo António aos Peixes. 

DR
DR
DR

As peças são, como não poderia deixar de ser, ‘cabeças de peixe’ em porcelana, pintadas à mão e apresentam-se em três modelos: embalagem com tampa, embalagem sem tampa e Terracota. Aquando do lançamento da colecção, Jorge Raiado, fundador da empresa referiu que “os saleiros com assinatura da artista plástica Fernanda Rios são a prova de que podemos colocar a arte à disposição da gastronomia, criando ligações memoráveis, tanto a nível visual como ao nível de sabor”.

Situada no Concelho de Castro Marim, a Salmarim tem as suas salinas na Reserva Natural do Sapal de Castro Marim e Vila Real de Santo António que foi a primeira Reserva Natural criada no continente português. Trata-se igualmente de uma empresa familiar que apostou na construção de uma marca, associada à alta cozinha. Todos os seus produtos são certificados nacionalmente e internacionalmente pela Nature & Progrés. Entre eles contam-se ‘o mar portátil’, um kit portátil de três tubos com três propostas de flor de sal diferentes; flor de sal em saleiro de cortiça e cinco referências de flor de sal em embalagens de cartão - natural, aromática (com salsa e orégãos), azeitona (mediterrânica), limão e pimentão (elaborado com o Pimentão da Ortiga, designado por Sol das Beiras). A flor de sal e o sal grosso de Castro Marim continuam ainda hoje a ser colhidos à mão no interior da Reserva Natural mais antiga de Portugal.

patricia.cintra@sol.pt