Internacional

Al-Qaida assume controlo de um importante campo militar no Iémen

A rede terrorista Al-Qaida no Iémen assumiu hoje o controlo de um importante campo militar em Mukalla, capital da província de Hadramut (sudeste), onde estava localizado um significativo arsenal de armas pesadas, indicou um responsável local. 

"Os combatentes da Al-Qaida tomaram o controlo do campo da 17.ª brigada mecanizada, onde apreenderam armamento pesado, incluindo tanques de assalto e canhões", afirmou, em declarações à agência francesa AFP, a mesma fonte. 

O assalto ao campo militar veio reforçar as posições dos insurgentes islamistas nesta zona, um dia depois de combatentes da Al-Qaida terem assumido o controlo do aeroporto de Mukalla.

A conquista do campo militar, também confirmada pelos testemunhos de habitantes, "aconteceu sem resistência", acrescentou o responsável local, sem dar mais pormenores.

Localizado na zona leste de Mukalla, o campo da 17.ª brigada mecanizada, que permaneceu fiel ao Presidente iemenita Abd Rabbo Mansur Hadi, era até hoje o único local que tinha escapado ao controlo dos combatentes da Al-Qaida na Península Arábica (AQPA).

Os homens da AQPA atacaram a cidade de Mukalla em 02 de abril e assumiram, em 24 horas, o controlo dos principais bairros, libertando à sua passagem mais de 300 prisioneiros, entre os quais um dos seus líderes.

A AQPA, que tem uma forte presença no sul e no sudeste do Iémen, e as tribos sunitas têm beneficiado do caos que reina naquele país.

O conflito no Iémen acentuou-se em Fevereiro último com a tomada da capital, Sanaa, pelas milícias xiitas 'huthis', e a consequente fuga do Presidente Hadi para a segunda cidade do país, Aden, e, perante o avanço dos rebeldes, para a Arábia Saudita.

Desde o passado dia 26 de marco, uma ofensiva militar conduzida por uma aliança internacional, liderada pela Arábia Saudita (sunita), está a tentar travar o avanço das milícias xiitas no território iemenita.

Lusa/SOL