Internacional

Seis mortos após explosão num autocarro da ONU na Somália

Pelo menos seis pessoas morreram hoje na Somália, na sequência da explosão de uma bomba que destruiu um autocarro das Nações Unidas na cidade de Garowe, no nordeste do país, informou a polícia.


“Confirmamos a morte de seis funcionários da ONU, incluindo um estrangeiro”, disse Abdullahi Mohamed, da polícia local.

O engenho explosivo, que se acredita ter sido colocado no miniautocarro, foi detonado perto do gabinete das Nações Unidas, indicou o mesmo responsável.

Abdulahi Mohamed, da polícia de Puntland, região autónoma que tem Garowe como capital, esclareceu que “a base da ONU não foi atingida” e que “não se tratou de um carro-bomba”, após relatos iniciais que davam conta da explosão de um carro armadilhado à entrada do complexo das Nações Unidas.

Lusa/SOL