Sociedade

Quatro pessoas encontradas mortas na Póvoa de Varzim

Quatro pessoas com idades entre os 30 e os 70 anos foram hoje mortas a tiro na Estela, Póvoa de Varzim, num incidente em que um rapaz de 16 anos sofreu ferimentos ligeiros, disse à Lusa fonte oficial do INEM.

"À chegada ao local, as equipas médicas encontraram quatro pessoas já cadáveres. Foram baleadas. Havia também um ferido ligeiro, um rapaz de 16 anos, apenas com escoriações. Foi assistido no local", adiantou fonte do Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM), referindo-se à suspeita de quadruplo homicídio na zona da Estela, Póvoa de Varzim, distrito do Porto,que as autoridades policiais já estão a investigar. 

A mesma fonte indicou que os mortos são duas mulheres, de 65 e 70 anos, e dois homens, de 30 e 70 anos, e que o alerta chegou ao INEM pelas 09h20.

O INEM accionou para o local a Viatura Médica de Emergência Médica (VMER) do Hospital de Pedro Hispano, em Matosinhos, duas ambulâncias dos bombeiros e uma equipa de psicólogos.

Quatro pessoas foram hoje encontradas mortas na zona da Estela, suspeitando-se de homicídio, disse à Lusa fonte oficial fonte do Comando Territorial do Porto da GNR.

O alegado quádruplo homicídio aconteceu por volta das 09h00, acrescentou a mesma fonte, indicando que a GNR está a desenvolver acções para proceder à detenção do suspeito.

Fonte oficial fonte do Comando Territorial do Porto da GNR disse à Lusa que, "ao que tudo indica", o alegado homicida será familiar das vítimas.

Suspeito detido em Valença

A GNR de Viana do Castelo deteve hoje cerca das 10h15, na autoestrada A3, em Valença, o homem suspeito do quadruplo homicídio na Estela, concelho da Póvoa de Varzim.

Segundo fonte do Comando Territorial da GNR de Viana do Castelo, o suspeito foi detido "após ter sofrido em despiste" ao quilómetro 110 daquela autoestrada, no sentido Porto-Valença, a cerca de dois quilómetros da entrada da ponte internacional de Valença.

A mesma fonte adiantou que são ainda desconhecidos os motivos do despiste da viatura de marca Mercedes, com matrícula espanhola, que o suspeito conduzia.

Aquela fonte adiantou que o homem "estaria alcoolizado" e que, "já se encontram no local militares da GNR de Valença, apoiados pela Brigada da Trânsito do Posto de Ponte de Lima para fazer a intercepção do suspeito".

Questionado pela Lusa a fonte policial não soube adiantar se homem terá sofrido ferimentos com o despiste.

Lusa/SOL