Internacional

Varoufakis atacado por grupo de anarquistas em restaurante de Atenas

O ministro das Finanças grego, Yanis Varoufakis, foi atacado por um grupo de anarquistas quando jantava com a mulher, na terça-feira, num restaurante no bairro de Exarchia, no centro de Atenas, considerado um bastião dos anarquistas.

Num comunicado divulgado hoje de manhã, Varoufakis afirma que jantava com a mulher e uma amiga quando um grupo entrou na sala e lançou objectos de vidro na direcção dos três, ao mesmo tempo que gritava insultos.

"Eles não nos queriam magoar", mas obrigá-los a sair de "uma maneira um pouco humilhante", escreveu o ministro, acrescentando no entanto que a mulher, Danae, o protegeu dos objectos lançados abraçando-o e virando-se de costas para os agressores.

Segundo uma jornalista que falou com o ministro após o incidente, Katerina Akrivopoulou, 10 jovens irromperam na sala "gritando qualquer coisa como 'O que fazes aqui, esta é a nossa zona'" e "'não voltes a Exarchia enquanto fores político'".

O grupo não chegou a tocar no ministro e acabou por sair do restaurante, sem contudo se afastar. Ao abandonar o local, Varoufakis "iniciou um diálogo com eles": "Falei com cinco ou seis deles, os que estavam mais irritados" e, depois de um quarto de hora de discussão, "intensa mas não violenta", "o ambiente acalmou e pudemos ir embora", relatou no comunicado.

"A resposta à raiva destas pessoas não pode ser nem a fuga nem a repressão violenta", concluiu o ministro, dando a entender que a polícia não foi chamada ao local.

Lusa/SOL