Sociedade

Protesto em Lisboa pela legalização de marijuana

"Chega de hipocrisia, legalizem a Maria", "Legal, legal, como a imperial" ou "Governo de aldrabões, legalizem os canhões" foram algumas das frases de ordem ouvidas hoje na Marcha Global da Marijuana, em Lisboa, que juntou cerca de cem pessoas.

Protesto em Lisboa pela legalização de marijuana

A iniciativa vai já na sua décima edição e este ano o ponto de encontro escolhido foi o Jardim Mãe D' Água, na zona das Amoreiras, onde várias dezenas de pessoas, sobretudo jovens, se começaram a concentrar a partir das 15:00.

 

A marcha arrancou por volta das 16:30, em direcção ao Miradouro de São Pedro de Alcântara. À frente duas faixas onde podia ler-se "Contra a crise, legalize" e "Erva legal em Portugal".

 

Tal como explicou à Lusa um dos elementos da organização, o motivo por trás desta iniciativa continua a ser a luta pelo livre acesso à canábis, sublinhando que a sua proibição só contribui para alimentar o tráfico quando esta é uma planta que poderia ser usada, por exemplo, para fins medicinais e terapêuticos.

Lusa/SOL

Os comentários estão desactivados.