Vida

Uma em cada 6 espécies vai desaparecer. E a culpa é das alterações climáticas

Se as alterações climáticas continuarem a ocorrer ao ritmo a que decorrem hoje em dia, uma em cada 6 espécies animais e vegetais – ou seja, 16% - vão acabar por se extinguir, explica um novo estudo publicado na revista Science.

Shutterstock

Esta investigação é feita com base na análise de 131 estudos realizados anteriormente: Uns diziam que a extinção de espécies será nula, outros que atingirá os 54%.

“Ainda não assistimos a muitas extinções e acredito que isso se deve ao facto de estarmos numa altura em que as alterações climáticas contribuem para a evolução, mas não são o elemento decisivo”, explicou Mark Urban, professor da Universidade do Connecticut e líder da investigação, ao Huffington Post.

Urban explica que a perda de biodiversidade vai acelerar por cada 17 graus Celsius que houver de aumento. A temperatura à superfície da Terra já aumentou cerca de 16.9 ºC desde a Revolução Industrial, explica o estudo.

Para ler o artigo do Huffington Post, clique aqui.