Vida

Há sons estranhos na estratosfera

Daniel Bowman, um estudante da Universidade da Carolina do Norte (EUA) concebeu um aparelho capaz de captar ondas de som em frequências inferiores a 20 hertz. E, com surpresa, percebeu que alguns sons não identificados podem ser ‘ouvidos’ (registados pelo aparelho, porque se situam abaixo da capacidade auditiva) na estratosfera.


O aparelho, dotado de microfones de ultra-sons, registou uma espécie de conjunto de assobios a 36 km de altitude, já na estratosfera. Falando ao site especializado Live Science, Bowman confessou que sentiu-se como se integrasse o elenco de Ficheiros Secretos, série de ficção científica dos anos 90 que se centrava em fenómenos inexplicáveis ou paranormais. 

A NASA tinha lançado um globo de hélio no ano passado entre o Novo México e o Arizona. À medida que subia, os sensores de infra-sons do aparelho recolheram sinais que seriam então captados pelo aparelho de Bowman.

Esses silvos ou assobios estão agora a ser analisados pela NASA. Bowman, por sua vez, reitera a surpresa: “Nunca se tinham ouvido antes tantos sinais estratosféricos”. Aguarda-se explicação. 

ricardo.nabais@sol.pt

 

Os comentários estão desactivados.