Internacional

Homem de 32 anos matou três mulheres. Ontem foi executado no Texas

O estado norte-americano do Texas executou hoje Derrick Charles, um afro-americano de 32 anos condenado pelo homicídio da sua namorada, a mãe e a avó desta em 2002 na casa em Houston.

Derrick Charles foi declarado morto às 18:36 locais (00:36 de hoje em Lisboa) depois de executado com uma injecção letal na prisão de Huntsville, revelou o Departamento de Justiça Criminal do Texas.

 

As suas últimas palavras foram: "Estou pronto para ir para casa".

 

Na altura dos homicídios, Derrick Charles tinha 19 anos e acabou com a vida da sua namorada Myiesha Bennett, de 15 anos, da mãe desta, Brenda Bennett, de 44 anos, e com a da avó, Obie Bennett, de 77 anos.

 

Com a execução de hoje, o estado do Texas soma já sete execuções em 2015 e tem já duas programadas para Junho.

 

O Texas é o único estado norte-americano que tem previsto aplicar a pena de morte durante os próximos meses, uma situação insólita que se explica pelo desafio legal às injecções letais que está a ser discutido no Supremo Tribunal.

Lusa/SOL