Sociedade

Pai de umas das jovens filmadas a agredir colega reage à polémica

"A minha filha está em pânico, o que só por si já é bom. Para além de ter mostrado arrependimento, mostrou medo, o que pode ajudar a prevenir eventuais futuras situações", disse Jorge Ferreira, pai de uma das jovens que agride um colega de 17 anos no vídeo que se tornou viral nas redes sociais nos últimos dois dias.

DR  

De acordo com o Correio da Manhã, que cita a agência Lusa, o pai mostrou-se chocado com as imagens e espera que este caso sirva de lição à adolescente de 15 anos. Além do medo, o pai diz que a filha demonstrou estar arrependida dos seus actos.

Depois de o vídeo ter sido divulgado no Facebook, a jovem e os pais deslocaram-se à PSP da Figueira da Foz para assumir a participação da adolescente no filme que, neste caso, incentiva a violência mas não agride fisicamente o rapaz de 17 anos.