Fotogalerias

O Olhar do Coleccionador: Berardo mostra os seus preferidos [FOTOS]

Não sou um intelectual mas tenho um gosto especial  e tenho peças que gostava que fossem mostradas aos portugueses. E talvez no futuro isso não seja possível», explica o comendador José Berardo conduzindo o grupo de jornalistas na apresentação da sua primeira exposição como curador. Trata-se de O Olhar do Coleccionador e é o próprio a exibir algumas das peças da colecção residente do Museu Berardo. São obras pelas quais sente um afecto especial. Entre essas a que mais lhe causa felicidade é a obra que está no limite -- quase impossível de expor num museu normal.  Trata-se de um dos panos de cena que Marc Chagal pintou para a inauguração da nova Metropolitan Opera House de Nova Iorque, com a apresentação de A Flauta Mágica, de Mozart, em 1965. O comendador e dono da colecção orgulha-se de finalmente ter conseguido esticar sobre uma das poucas paredes disponíveis do edifício do CCB o gigantesco linho com 23,5 por 13,5 metros e com pedras semipreciosas incrustadas. «Quando vi o tamanho até me assustei. Foi muito difícil expor aqui, mas sempre conseguimos».

Miguel Silva / SOL
Miguel Silva / SOL
Miguel Silva / SOL
Miguel Silva / SOL
Miguel Silva / SOL
Miguel Silva / SOL
Miguel Silva / SOL
Miguel Silva / SOL
Miguel Silva / SOL
Miguel Silva / SOL
Miguel Silva / SOL
Miguel Silva / SOL
Miguel Silva / SOL
Miguel Silva / SOL