Opiniao

Ela e ele

É cada vez mais um facto, nas novas gerações, a verdadeira relação de amizade entre um homem e uma mulher. A crescente aceitação da homossexualidade por parte da sociedade contribuiu também para isso, mas sobretudo uma nova forma de pensar e de nos relacionarmos permite, hoje em dia, aquilo que Oscar Wilde disse ser impossível. Uma opinião corroborada por alguns ditos 'machos latinos', que não passavam de almas desactualizadas e pouco respeitadoras e que viam a mulher como mero alvo de atracção e de relacionamento sexual. E não o faziam por menos. Gozavam até com os que diziam que tinham amigas.

As pessoas encaram-se cada vez mais como iguais e diferenciam-se por motivos bem menos preconceituosos. E isso é uma clara derrota para quem apelida esta de 'geração sem valores'. É certo que, por vezes, a linha entre a amizade e a promiscuidade é ténue, mas não o são sempre todos os espaços de suposta perfeição? Eu sou dos que acredita que uma amizade entre um homem e uma mulher é das relações mais perfeitas que podem existir, porque completam-se em formas de pensar e no conhecimento das diferentes perspectivas em que nos coloca o mundo.

É retrógrado, mas sobretudo altamente limitador, alguém se colocar na posição de achar que só terá amigos do mesmo sexo porque não consegue pura e simplesmente lidar com a normal atracção por uma pessoa do sexo oposto. Ver a vida apenas a preto e branco, está provado, retira-nos abertura para sermos mais em todos os aspectos: mais humanos, mais compreensivos, mais adultos, mais crianças, e também mais responsáveis e entendedores da evolução do que realmente nos rodeia, da complexidade em que se tornou relacionarmo-nos com alguém e desenvolver um sentimento especial que nos envolve e nos fascina. Calor humano.

É certo que misturamos muita coisa, somos muito confusos e, às vezes, nessa tentativa de amizade, perdemo-nos nos sentimentos, o que, por vezes, desagua em amor, se os dois estiverem afim. Não tentámos enganar ninguém, nós somos mesmo assim e, por vezes, a única pessoa que conseguimos enganar é mesmo a nós próprios, porque o resto do mundo já percebeu entretanto do que se trata.

O que é importante que fique claro é que uma amizade entre ela e ele, entre mim e ti, entre homens e mulheres, não é coisa fácil, mas também não é impossível. As amizades que vou cultivando com as minhas amigas são dos sentimentos mais especiais que cultivo. São o meu orgulho e a minha família escolhida porque, de facto, quando abrimos essa possibilidade, esse espaço em nós, ganhamos uma nova visão e até uma nova capacidade de sermos mais aquilo que verdadeiramente almejamos ser!