Economia

Estado pagou à 'troika' 535 milhões de euros em juros até Abril

O Estado pagou à 'troika' 534,9 milhões de euros em juros pelo empréstimo concedido ao abrigo do Programa de Assistência Económica e Financeira (PAEF), um aumento de 31,9% face ao período homólogo, segundo a DGO.


De acordo com a síntese da execução orçamental até Abril, hoje divulgada pela Direcção-Geral do Orçamento (DGO), Portugal pagou 534,9 milhões de euros aos credores internacionais entre Janeiro e Abril deste ano, um valor acima dos 405,5 milhões que tinha pago no mesmo período do ano passado.

A DGO justifica este aumento com o primeiro pagamento de juros relativo à 10.ª tranche do empréstimo do Mecanismo Europeu de Estabilização Financeira (MEEF).

Considerando todos os instrumentos da dívida directa do Estado, Portugal pagou 2.233,7 milhões de euros em juros e outros encargos até Abril, mais 32% do que no período homólogo, uma vez que nos primeiros quatro meses de 2014 o Estado gastou 1.691,9 milhões de euros nesta rubrica.

A DGO justifica este aumento da despesa com juros e encargos da dívida directa do Estado português com as emissões de Obrigações do Tesouro realizadas em 2014 que deram origem ao pagamento de juros em 2015, com as recompras efectuadas em Abril de 2015 e que implicaram uma antecipação do pagamento de juros e com o maior 'stock' de uma linha que vence em Abril de 2021 e que deu origem a um pagamento de cupão mais elevado em Abril.

Lusa/SOL

Os comentários estão desactivados.