Vida

Idosa sobrevive duas semanas no deserto com laranjas e água da chuva

Uma mulher de 68 anos conseguiu sobreviver durante duas semanas no deserto californiano (EUA), com algumas laranjas, uma tarte e água da chuva.

Dianna Bedwell e o marido, Cecil Knutson, de 79 anos, perderam-se depois de tentarem atravessar o deserto por um atalho, pode ler-se no Telegraph.

O casal foi visto pela última vez no dia 10 de Maio e tinham planeado visitar o filho, em Palm Springs, para celebrarem o dia da Mãe. Foi o filho que alertou as autoridades, porque os pais - ambos diabéticos - nunca chegaram a aparecer.

Foram encontrados depois de duas semanas de buscas por via aérea e terrestre. Knutson, porém, não sobreviveu.

Segundo a polícia, o casal tentou várias vezes encontrar o caminho certo a pé, mas acabavam sempre por voltar ao veículo. Quando descobriram o automóvel, Dianna estava gravemente desidratada e foi transportada de helicóptero para o hospital.

A idosa explicou que tinham apenas um tarte e algumas laranjas para comer e bebiam água da chuva, que conseguiam armazenar em copos.

“Era difícil alguém saudável sobreviver no deserto tanto tempo, muito menos alguém com a saúde dela. É um milagre que tenha sobrevivido”, afirmou um agente da polícia de San Diego.

Knutson e Bedwell estiveram casados mais de 25 anos. Esta não é a primeira vez que a família de Dianna fica marcada por uma tragédia. Há mais de 50 anos, a sua irmã, Sylvia Likens ​, foi torturada e morta.