Sociedade

Inspectora da PJ condenada

A inspectora da Polícia Judiciária (PJ) Ana Saltão foi condenada a 17 anos de prisão pelo Tribunal da Relação de Coimbra, por ter matado a avó do marido a tiro, em 2012.

A inspectora da Directoria do Porto tinha sido absolvida a 8 de Setembro de 2014 pelo Tribunal de Coimbra de todos os crimes pelos quais estava acusada, entre eles homicídio qualificado e peculato, mas o Ministério Público (que pedira a pena máxima de 25 anos de prisão) recorreu para a Relação, que acabou por revogar a decisão da 1.ª instância. 
 

“Foi uma completa surpresa”, disse ao SOL a advogada da arguida, Mónica Quintela, confirmando que vai recorrer para o Supremo Tribunal de Justiça. 
 

Ana Saltão permanece portanto em liberdade. 

sonia.graca@sol.pt