Internacional

Esta cidade tem os transportes públicos mais perigosos para as mulheres

Bogotá foi considerada a cidade com os transportes públicos mais perigosos para as mulheres.

Um estudo realizado pela Thomson Reuters Foundation inquiriu mais de 6.500 mulheres e fez uma lista para analisar os assédios nos transportes públicos de várias cidades em todo o mundo.

Seis em cada dez mulheres em cidades grandes da América Latina afirmaram terem sido assediadas nos transportes públicos, pode ler-se na CNN.

A capital da Colômbia aparece no topo da lista, com as mulheres a afirmarem que não se sentem seguras a andar nos transportes à noite. Seguem-se a Cidade do México (México), onde 60% das inquiridas disse já ter sido assediada fisicamente, e Lima (Peru), localidade onde as mulheres dizem ser ameaçadas regularmente, desde serem vítimas de assédio e sofrerem abusos sexuais.

No caso de Nova Deli, que surge em quarto lugar na lista, é uma das cidades mais perigosas para as mulheres andarem sozinhas de transportes públicos. Ainda assim, existem carruagens destinadas apenas para o sexo feminino.

O estudo considerou que Nova Iorque tinha o sistema de transportes públicos mais seguro – está equipada com câmaras de segurança -, onde apenas três em casa dez inquiridas afirmaram terem sido vítimas de assédio verbal ou físico.

Aqui fica a lista, da mais perigosa à mais segura:

1. Bogotá (Colômbia)

2. Cidade do México (México)

3. Lima (Peru)

4. Nova Deli (Índia)

5. Jacarta (Indonésia)

6. Buenos Aires (Argentina)

7. Kuala Lumpur (Malásia)

8. Banguecoque (Tailândia)

9. Moscovo (Rússia)

10. Manila (Filipinas)

11. Paris (França)

12. Seul (Correia do Sul)

13. Londres (Reino Unido)

14. Pequim (China)

15. Tóquio (Japão)

16. Nova Iorque (EUA)