Desporto

Portugal entra no Europeu de sub-21 a pensar nos Jogos Olímpicos

O seleccionador de sub-21, Rui Jorge, disse hoje que Portugal entra no Europeu de futebol de sub-21, na República Checa, com o foco no apuramento para os Jogos Olímpicos do Rio2016.

Mesmo depois de uma campanha de qualificação 100 por cento vitoriosa (nos oitos jogos de apuramento e mais dois no 'play-off'), o técnico português salientou que o objectivo "passa pela presença nos Jogos Olímpicos".

Um cenário que será possível no Europeu da República Checa, a disputar de 17 a 30 de Junho, caso Portugal se qualifique para as meias-finais.

"São equipas extremamente fortes. Destas oito, sete disputaram apuramento e quatro não foram derrotadas, o que traduz a qualidade das equipas. Não nos podemos considerar favoritos, mas uma equipa forte, com vontade de vencer", disse Rui Jorge.

Para o Rio2016 apuram-se os dois primeiros de cada grupo, mas se a Inglaterra for uma das primeiras -- e por não estar no leque de possíveis qualificadas por competir nos Jogos como Grã-Bretanha -, haverá um jogo entre os terceiros classificados dos grupos.

No Europeu de sub-21 Portugal integra o grupo B, juntamente com Inglaterra, Itália e Suécia, enquanto no grupo A encontram-se a República Checa, a Alemanha, a Dinamarca e a Sérvia.

"[Favorito?] Essa pressão existe, mas para quem está alheio ao processo. Os jogadores têm conhecimento dos adversários e não vão ter essa ideia", afirmou Rui Jorge, 'sacudindo' a pressão obtida pela campanha invencível no apuramento.

O seleccionador de sub-21 insistiu e lembrou que a Inglaterra tem 11 vitórias e um empate em 12 jogos e que a Alemanha venceu oito e empatou dois em 10.

"Custa-me que se atribua favoritismo, quando não se conhece o outro lado", disse.

Da lista de 25 convocados hoje por Rui Jorge, foram excluídos o defesa Rafa e o médio Ronny Lopes, que estão a representar Portugal no Mundial de sub-20, bem como o guarda-redes Rui Silva e o avançado Bruma.

Até ao dia 07 de Junho, Rui Jorge tem de tirar dois jogadores e escolher os 23 definitivos para a fase final, sendo que, entre os 25 eleitos, estão dois futebolistas (William Carvalho e Bernardo Silva) também chamados à selecção 'AA', que se desloca à Arménia, a 13 de Junho.

"A nossa decisão tem que ir até dia 07 [de Junho] e iremos saber se vamos contar com eles. A vinda deles nunca será antes do dia 14", referiu Rui Jorge.

O seleccionadora reiterou que a prioridade é sempre os AA, mas que o facto de existirem três selecções em competição simultânea: o Mundial de sub-20, o Europeu de sub-21 e a selecção AA, procurou com que houvesse uma harmonia nas escolhas.

Portugal inicia a participação no Europeu a 18 de Junho, frente à Inglaterra, seguindo-se o jogo com a Itália, a 21, e com a Suécia, a 24, todos agendados para o Mestský Fotbalový Stadion, em Uherske Hradiste.

Lusa/SOL