Sociedade

Lisboa: Moradores do Parque das Nações exigem demissão do presidente da Junta

Cerca de 60 moradores do Parque das Nações, em Lisboa, concentrados hoje em protesto em frente à sede da Junta de Freguesia, exigiram a demissão do presidente daquele executivo.

Os moradores reivindicam que sejam tomadas medidas para a reabilitação do espaço público. A concentração foi marcada para as 18:00, hora a que no interior da sede decorria uma reunião do executivo da freguesia.

"Incompetência, cinismo, luxúria, hipocrisia, é o que temos na Junta de Freguesia" e "Sinto-me enganado, votei neles, estou revoltado" eram palavras que podiam ler-se nos cartazes envergados pelos moradores.

O presidente da Junta, José Moreno, do movimento Parque das Nações por Nós (PNPN), deslocou-se ao exterior do edifício para falar com os moradores, que criticaram a inércia na tomada de decisões em relação à reabilitação do espaço público.

José Moreno justificou a dificuldade em reabilitar os espaços com a falta de orçamento. Com alguns ânimos exaltados na troca de palavras, foi exigida a demissão do presidente.

Lusa / SOL