Sociedade

Alerta para falta de água no rio Tejo

A Plataforma em Defesa do Tejo alertou hoje que o rio mais comprido da Península Ibérica "esgota-se" ao passar pela província de Toledo, em Espanha, devido a mais uma seca e ao transvase para a barragem de Segura.


Em declarações à agência noticiosa EFE, o porta-voz da plataforma, Miguel Ángel Sánchez qualificou de "inaceitável" que esteja seca a bacia do Tejo, com cerca de 40 mil quilómetros quadrados na província de Toledo.

Caso a situação continue, alertou Sánchez, poderá registar-se um "desastre ecológico de enorme magnitude", que será "trágico" para os ecossistemas aquáticos.

A plataforma já pediu que se investigue a situação do rio aos responsáveis e a 22 de Junho irá deslocar-se novamente a Bruxelas para discutir uma das queixas apresentadas junto das autoridades europeias.

Sánchez notou a necessidade de um ordenamento do Tejo e seus afluentes para ser estabelecido um regime de caudais ecológicos e que o governo de Castela-La Mancha deveria exigir à Confederação Hidrográfica do Tejo que cumpra o pacto de 2014 para garantiu um caudal mínimo de 10 metros cúbicos por segundo na zona de Talavera. 

Lusa/SOL

Os comentários estão desactivados.