Internacional

Grécia: Eurogrupo diz que porta está aberta mas com base nas propostas dos credores

O presidente do Eurogrupo, Jeroen Dijsselbloem, disse hoje que persistem ainda distâncias entre Atenas e os credores e que as "portas continuam abertas" para que as autoridades gregas aceitem as propostas das instituições.


Em comunicado, Dijsselbloem afirmou que a reunião desta tarde dos ministros das Finanças da zona euro serviu para as instituições (Comissão Europeia, Banco Central Europeu e Fundo Monetário Internacional) informarem das "intensivas negociações com o Governo grego" e que a "distância ainda é grande" entre as propostas dos credores e o que querem as autoridades gregas.

"No entretanto, as portas continuam abertas para que as autoridades gregas aceitem as propostas postas na mesa pelas instituições", disse o presidente do Eurogrupo.

O também ministro das Finanças da Holanda voltou a queixar-se de que as novas propostas do Governo grego chegaram hoje em cima da reunião do Eurogrupo, pelo que as instituições não tiveram tempo de fazer uma análise aprofundada, o que ainda irão fazer.

Jeroen Dijsselbloem reiterou ainda a possibilidade de o Eurogrupo voltar a reunir-se sábado, na quarta reunião em menos de uma semana e apenas dedicada à Grécia.

Lusa/SOL