Sociedade

PJ detém casal suspeito do crime de escravidão

A Polícia Judiciária (PJ) anunciou hoje a detenção de um casal suspeito de um crime de escravidão, alegadamente praticado sobre um homem que coabitava com os detidos em Portimão, no Algarve.

Em comunicado, a PJ indicou que o alegado crime "era praticado desde há nove anos", período no qual a vítima, de 61 anos, "deixou de ter acesso aos seus documentos e contas bancárias" e tinha os movimentos limitados a uma casa de banho e ao corredor da habitação.

Segundo a PJ, a investigação teve por base uma denúncia efetuada pela vítima com a ajuda de um amigo.

Os detidos, de 28 e 37 anos, foram ouvidos em primeiro interrogatório judicial, ficando com termo de identidade e residência, a medida de coação mais leve.

Lusa/SOL