Sociedade

Cais do Sodré. Jovem espancado e sequestrado aparece abandonado em Loures

Um homem de 32 anos, trabalhador de um bar no Cais do Sodré, em Lisboa, foi abordado por uma rapariga que lhe pediu uma informação em inglês. Quando deu por si foi cercados por três homens, que o espancaram e roubaram, deixando-o algemado e ferido junto a uma estrada em Unhos, Loures, avança o Correio da Manhã.

 


Foi um homem de 64 anos quem deu o alerta às autoridades depois de encontrar o jovem em pânico e com vários ferimentos, coberto de sangue, à beira da estrada. "Foi um rapaz que se aproximou do carro, estava algemado e tinha a cara cheia de sangue", contou José Almeida ao Correio da Manhã, recordando o momento em que encontrou a vítima por volta das 7h de desta terça-feira.

“Tinha a cabeça partida em vários sítios, os olhos inchados e estava em pânico e desnorteado. Telefonei logo ao meu filho para me ajudar a chamar a PSP e o INEM", contou àquele jornal. "É impressionante como alguém é capaz de deixar um jovem naquele estado. Tinham passado várias pessoas a quem ele já tinha pedido ajuda", disse ainda.

O jovem foi assistido por uma equipa do INEM e hospitalizado no Hospital Beatriz Ângelo, Loures, onde ainda se mantém internado. A polícia procura agora os agressores com base na descrição física de apenas um deles, já que dois estavam encapuzados.