Sociedade

Grupo Lena. Nova investigação, mais um detido

Um gerente do grupo Lena foi hoje detido no âmbito de uma investigação do Departamento Central de Investigação e Acção Penal (DCIAP) à empresa Eneólica, que pertence ao grupo de Leiria.

DR  

Em causa estão os crimes de fraude na obtenção de subsídio e de branqueamento de capitais. Além daquela empresa, a investigação estende-se a outros agentes do sector das energias renováveis e levou à detenção de uma outra pessoa.

Segundo fonte oficial da Polícia Judiciária, “a investigação centra-se na atividade desenvolvida através de empresas portuguesas e espanholas, que obtiveram, de forma fraudulenta, subsídios de elevados montantes.”

De acordo com informações recolhidas pelo SOL, em causa está a atribuição de subsídios do Estado de cerca de 15 milhões de euros, mas o valor pode ser superior.

“A investigação prossegue no sentido de se apurar todo alcance das alegadas condutas criminosas, bem como os prejuízos causados ao Estado, que serão de vários milhões de euros”, explica em comunicado a Polícia Judiciária.

É ainda referido que “os detidos, de 50 e 54 anos, serão presentes às Autoridades Judiciárias competentes a fim de serem sujeitos a primeiro interrogatório judicial”. 

O inquérito é dirigido pelo DCIAP e conta com a colaboração da Autoridade Tributária.

carlos.santos@sol.pt