LifeStyle

5 maneiras de lidar com o fim inesperado de uma relação

Lidar com o final de uma relação é sempre complicado, mas torna-se ainda mais difícil quando é apanhado de surpresa.

Para ter uma ideia, vários estudos, que analisaram imagens cerebrais, comprovaram que há uma semelhança entre a rejeição e a abstinência de cocaína.

Rita Watson, colunista e antiga professora da universidade norte-americana de Yale, dá-lhe algumas dicas para lidar com esta situação inesperada: 

1. Chore: Muitas pessoas tentam conter as lágrimas quando estão tristes, mas não é uma boa ideia. Um médico norte-americano, que estuda o choro há mais de 15 anos, concluiu que chorar é terapêutico. Mesmo que não queira fazê-lo à frente de outros, feche-se no quarto e chore. Vai ver que vai sentir-se mais leve.

2. Mantenha-se longe do telemóvel: Com o fim do relacionamento, é extremamente tentador enviar mensagens à pessoa que nos deixou. A probabilidade de não receber resposta, ou de ouvir aquilo que não quer, é muito elevada e isso vai fazer com que se sinta irritado consigo mesmo. O ideal é manter o telemóvel longe de si e manter-se ocupada com outras coisas.

3. Apagar os SMS: Custa, mas é a melhor coisa a fazer. Estar constantemente a reler as mensagens escritas que trocou com o seu ex, numa altura em que o relacionamento parecia perfeito, só o vai ajudar a sentir-se pior. Apague essas SMS e siga com a sua vida.

4. Não diga mal do seu companheiro: Muitas pessoas têm tendência a ligar aos amigos para dizer mal do antigo companheiro. Não é boa ideia, por dois motivos. Primeiro, se o seu amigo concordar, vai ficar irritado porque ele nunca o avisou de que estava a fazer a escolha errada. Em segundo lugar, caso volte para o seu ex, a sua relação com o seu amigo, que disse mal do seu parceiro, vai acabar por se deteriorar. 

5. Deixe-o partir: Isto pode parecer impossível no início, mas com o tempo vai fazer sentido. Deixe o seu ex-companheiro partir, deseje-lhe tudo de bom e siga com a sua vida. Recorde os bons momentos e tente perceber o que se passou nos piores. E comece à procura de alguém que o possa fazer feliz.