Sociedade

Universidade de Vila Real toma medidas contra o abandono escolar

Com o apoio do Ministério de Educação e Ciência, a Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro (UTAD), em Vila Real, criou o Observatório Permanente do Abandono Escolar e da Promoção do Sucesso Escolar, que tem como "objectivo minimizar o risco da saída prematura de alunos", avança à LUSA o reitor da instituição. 

 


António Fontainha Fernandes refere ainda que “há na UTAD uma maior sensibilidade para as taxas de abandono e insucesso escolar face a metas europeias e nacionais”, sendo que “este observatório será orientado para a sinalização, o acompanhamento e elaboração de propostas de minimização dos riscos de abandono e promoção do sucesso escolar". Ou seja, para os alunos em situação de risco o observatório disponibilizará acções de monitorização, aconselhamento e procura de soluções para o abandono.
 
Uma das iniciativas deste projecto é a semana de integração aos estudantes recém-chegados, que contam com o apoio de alunos mais experientes, directores de curso e docentes. Aliás, a proximidade entre professor e aluno será sempre privilegiada, de forma a serem sinalizadas situações académicas de risco. Fontainhas Fernandes acrescenta que este programa de tutoria, a ser adoptado durante os dois primeiros anos lectivos, é “inovador” e visa ajudar os alunos “a fazer face às dificuldades que a transição entre o ensino secundário e o ensino superior exige".