Opiniao

Um ‘novo’ Pétrus no Douro?

Uma prova de vinhos que tenha como cenário a lisboeta Cervejaria Ramiro, não engana; vamos estar, seguramente, em presença de vinhos brancos. São estes, com efeito, os mais recomendados para acompanhar qualquer tipo de marisco.

Desta vez, é a Quinta de Covela que nos vem mostrar os seus primeiros vinhos de 2014, dois verdes e um rosé, prontos a beber e preparados para combater as altas temperaturas que normalmente se sentem nesta época do ano.

Antes da prova, convém relembrar que a Quinta de Covela, com 49 ha de vinhas, hortas e pomares, é propriedade do empresário brasileiro Marcelo Lima e do ex-jornalista britânico Tony Smith, produtores que há dois anos adquiriram também a Quinta da Boavista, no Douro, junto ao Pinhão, associada ao Barão de Forrester, e a marca Quinta das Tecedeiras, vincando assim a sua apetência por alargarem os seus domínios da região dos vinhos verdes para o Douro.

A Quinta de Covela ergue-se na região fronteira entre o Douro e o Minho, na transição entre o granito minhoto e o xisto duriense, que apresenta um clima mais ensolarado que confere nuances aromáticas aos seus vinhos.

Para a prova veio o Avesso, casta 100% portuguesa e que foi o primeiro Vinho Verde da Covela. De aroma muito intenso, seco, acidez bem equilibrada e evidenciando mineralidade e notas de citrinos. Seguiu-se-lhe o Arinto, outra casta nacional que nos dá um vinho elegante, muito fresco e cuja colheita do ano passado esgotou rapidamente. A finalizar, chegou-nos o Rosé, com boa estrutura e que se revelou um vinho muito gastronómico. Com notas de violetas, denunciando a casta Touriga Nacional que o faz, apresentou um final longo e elegante.

A Quinta de Covela tem estado a apresentar vinhos muito interessantes e a minha expectativa está agora virada para os vinhos que sairão da Quinta da Boavista, recentemente adquirida, e que serão apresentados em 2016. Aqui, para além do enólogo Rui Cunha, os produtores têm já como consultor, desde Setembro de 2014, Jean-Claude Berrouet, o enólogo do famoso vinho francês Pétrus que muitos consideram o melhor do mundo. Será que das suas mãos irá nascer outra preciosidade, agora no portuguesíssimo Douro? 

jmoroso@netcabo.pt

COVELA 

AVESSO

Ano: 2014

Região: Vinhos Verdes

Casta: Avesso

COVELA 

ARINTO

Ano: 2014

Região: Vinhos Verdes

Casta: Arinto

COVELA 

ROSÉ

Ano: 2014

Região: Vinhos Verdes

Casta: Touriga Nacional