Sociedade

Denúncia de pedofilia na Igreja feita através de blogue

Tudo terá começado com uma denúncia feita num blogue anónimo de que haveria abusos sexuais de menores cometidos por membros da Igreja Católica. Em causa, estaria um padre da Diocese de Coimbra, suspeito de ter assediado sexualmente um rapaz menor de idade no ano passado. Mas a informação revelada sob anonimato refere ainda outros sacerdotes de dioceses vizinhas, ligados a instituições diferentes, a quem não são directamente imputados crimes de abuso sexual mas condutas sexuais reprovadas pela Igreja.

DR  

Segundo apurou o SOL, com base nesta informação que foi amplamente difundida dentro da própria estrutura da Igreja durante o dia de ontem, a Diocese de Coimbra fez um comunicado a admitir as suspeitas e a pedir a todas as pessoas que tivessem informações concretas para as comunicarem à diocese.

De imediato, a Polícia Judiciária começou a investigar o caso, que não necessita de uma denúncia formal uma vez que o abuso de menores é um crime público. A investigação está a ser conduzida pelo Departamento de Investigação e Acção Penal de Coimbra.

No comunicado difundido ontem à noite, a Diocese de Coimbra reconhece ter conhecimento desta «suspeita da prática de abusos sobre menores por um membro do clero» e sublinha que a "preocupação com a segurança dos menores é uma prioridade para a Igreja".

Alegando estar a proceder de acordo com as directrizes emanadas pelo Papa a respeito destas matérias, o esclarecimento público "pede a quem tiver informações sobre situações concretas que se dirija a P. Pedro Carlos Lopes Miranda, Vigário Geral", disponibilizando os respectivos contactos. Acrescenta ainda que "irá proceder à sua investigação, tão breve quanto possível". 

rita.carvalho@sol.pt