Vida

Nuno Graciano criticado por ‘apontar o dedo’ a bombeiros

O apresentador da CMTV Nuno Graciano foi muito criticado por ter reprovado a acção dos bombeiros durante o fogo que deflagrou ontem em Cascais.

DR  

“O que me fez confusão foi o tempo que os bombeiros demoraram a chegar ao local onde o fogo ameaçava casas. (…) Aquilo q me fez confusão foi a descoordenação dos bombeiros, demoraram muito tempo. (…) Depois de chegarem, a lentidão foi aflitiva. Andavam por ali… a GNR a correr a tirar as pessoas de casa, nós a corrermos para tirarmos as pessoas de casa e os bombeiros andavam por ali”, disse Nuno Graciano num directo para a estação onde trabalha (ver vídeo abaixo).

As redes sociais encheram-se de críticas ao comentário do apresentador. “Os bombeiros falham? Falham sim senhor! Mas falham a tentar dar o seu melhor por quem não conhecem… e às vezes o seu melhor são as suas vidas…”, “Peço desculpa mas esteve muito infeliz na grande maioria do relato que fez. Se calhar devesse experimentar uma semana com os bombeiros, a tempo inteiro, para conseguir entender o porquê da demora na chegada, o porquê da demora depois da chegada ao preparar todo o material necessário para socorrer a desgraça que ali estava a acontecer” e “Caro senho apresentador, como bombeira, mãe, e conhecedora de episódios como os que o senhor presenciou, convido-o a ter a coragem de enfrentar um cenário daqueles mas não com uma câmara de filmar... Mas sim enfrentar o fogo como nós”, são alguns dos comentários que se espalharam pelo Facebook.

Nuno Graciano reagiu na sua página oficial nesta rede social:

“Boa tarde a todas/todos, partilho convosco o que escrevi ao José Luís, um dos bombeiros que ontem infelizmente saiu ferido do incêndio em Murches/ Cascais. Espero que assim fique tudo esclarecido e que se acabe uma polémica que francamente não entendo.

José Luís, obrigado pelo comentário. Eu não critiquei os bombeiros, apenas alguns bombeiros (poucos) e a chefia que dizia estar tudo controlado. As imagens falam por si. Não vou referir nem comentar por respeito por todos vós o que alguns camaradas seus diziam de tudo o que se estava a passar. Referiam-se às chefias... Mas disso não falo, prefiro ficar com as críticas para mim...

Como referi os bombeiros em 95% das vezes são eficazes. Essenciais para a nossa segurança. É só temos é que estar gratos e pró-activos para ajudar.

Mas também falham como todos nós. E ontem no local onde eu me encontrava falharam. Eu quando falho, e falho algumas vezes, admito. Ontem o que me custou foi ouvir dizer que estava tudo controlado... Não estava.

E é assim que infelizmente se dão tragédias, até com os bombeiros como sabe...

Quanto ao meu papel junto dos bombeiros, é bem notório na minha vida enquanto profissional de televisão mas também a título pessoal. 

Digo-lhe por exemplo que no ano passado fui apresentar a vossa gala anual (em dia de final da liga dos campeões no estádio da Luz para a qual estava convidado, e não fui) a título totalmente gratuito, como é óbvio.

Desejo-lhe sinceramente as melhoras e tenho muito orgulho em si como em 95% dos seus camaradas.

Obrigado. Não peço que me perdoe porque francamente acho que não há nada para perdoar.”

joana.alves@sol.pt