Internacional

Mascho Piro, a tribo que nem o próprio governo conhece

Os Mashco Piro vivem na selva peruana há mais de 600 anos, mas nunca teve contacto com o governo do seu país, que tenciona agora estabelecer uma ligação com a tribo.

Membros da população foram fotografados nas margens do rio Amazonas. Quer os adultos, quer as crianças exibiam cabelos longos, com apenas pequenos panos a tapar as partes íntimas.

Os antropólogos vão tentar entrar em contacto com a população para perceber o porquê de alguns membros estarem agora a vir para as margens do rio, expondo-se de uma forma inédita.

Segundo várias testemunhas, homens, mulheres e crianças colocam-se à beira do Amazonas acenando às pessoas que passam, o que sugere a intenção de manter algum contacto. Segundo o jornal britânico Telegraph, os Mashco Piro foram avistados mais de 100 vezes no último ano.

Turistas, populares e missionários ajudam-nos com roupa e alimentos. No entanto, o governo peruano proíbe o contacto com os Mashco Piro e outras tribos “incontactáveis” porque os seus sistemas imunitários não estão preparados para resistir a doenças comuns com as quais os restantes seres humanos lidam no seu quotidiano, explica o Telegraph. Por outro lado, o governo não pode punir este contacto, já que, na lei peruana, não existe qualquer multa associada a este comportamento.

joana.alves@sol.pt