Economia

Lesados do BES seguem Passos

Os lesados do BES (Associação dos Lesados e Indignados Papel Comercial) não vai abrandar a luta em período de pré-campanha e campanha. Segundo apurou o SOL, junto de fonte da associação que nasceu depois do colapso do BES e do GES, a ordem é mesmo para “intensificar e massificar” as acções de protesto nos dias e nas cidades por onde Passos Coelho e Paulo Portas vão estar em campanha pela coligação ‘Portugal à Frente’.

A decisão foi tomada esta semana nos órgãos da associação e estará em vigor “até que seja encontrada uma solução” para os lesados do papel comercial do BES e do GES, que reclamam o reembolso dos investimentos feitos em papel comercial aos balcões do BES.  “Só haverá desmobilização, se houver solução”, garante um dos lesados ao SOL.

O protesto também deverá ser levado para os comícios, num autêntico desafio às forças de segurança e às estruturas partidárias.

Passos e Portas vão ter de levar ainda pela frente com as acções de luta programadas por alguns partidos mais pequenos. A coligação Agir, que junta o Agir de Joana Amaral Dias, ao PTP, ao PDA e ao MAS, de Gil Garcia, ‘esperaram’ ontem a entrada de Passos nos estúdios da TVI. Mais iniciativas de protesto junto dos líderes do Executivo serão realizadas durante a pré-campanha, garantem os promotores.

ricardo.rego@sol.pt