Economia

Relatório do Banco de Portugal sobre Montepio já chegou ao DCIAP

O Departamento Central de Investigação e Ação Penal (DCIAP) recebeu hoje, às 11:30, o "expediente" do Banco de Portugal relativo à Caixa Económica Montepio Geral, e a "matéria será, agora, objeto de análise", revelou a Procuradoria-Geral da República.

 

"O DCIAP - departamento que integra a PGR -- recebeu, esta segunda-feira, às 11:30, o expediente do Banco de Portugal. A matéria será, agora, objeto de análise", informou a PGR, em resposta à agência Lusa.

Na sexta-feira, o jornal Público avançou que o Banco de Portugal tinha feito uma denúncia ao Ministério Público contra a Caixa Económica Montepio Geral (CEMG), por não ter cumprido os procedimentos legais exigidos de comunicação imediata às autoridades perante transações financeiras internacionais, suspeitas de indiciarem crimes de branqueamento de capitais.

Na altura, a PGR divulgou que, até então, não dera entrada na PGR qualquer "expediente" com o teor referido.
O DCIAP é a estrutura do MP que investiga a criminalidade económico-financeira mais grave, complexa e sofisticada.

Lusa/SOL