Politica

Comício eleitoral em Évora ignora o recluso Sócrates

A caravana do PS vai passar por Évora na campanha para as legislativas e não é por José Sócrates estar preso naquela cidade que vai deixar de haver “uma grande acção de campanha como habitualmente”, garante ao SOL fonte da direcção socialista. E, como seria expectável, não está prevista nenhuma visita de António Costa à prisão.

 “Isso seria completamente absurdo. Se quiser ir à prisão nunca será no dia do comício, senão a notícia é a visita e não o comício”, afirma ao SOL Capoulas Santos, líder da Federação de Évora e cabeça-de-lista ao Parlamento pelo distrito. “Depois de tudo o que Costa tem dito, seria um contra-senso trazer o tema para a campanha. Ser em Évora ou Braga é absolutamente indiferente”, completa.

O líder do PS também já disse que não tem “prevista” qualquer visita a Sócrates, em entrevista à TVI.

Augusto Santos Silva, que como Capoulas Santos, foi governante de Sócrates, concorda com a separação entre a acção de campanha e a solidariedade ao ex-primeiro-ministro. “O que é normal é a caravana não ir. As pessoas que o queiram ir visitar vão”. Se estivesse na organização da campanha, “isso não me dava nenhum problema”, garante Santos Silva.

Já um dos mais próximos do ex-primeiro-ministro, o deputado José Lello (que não foi incluído nas listas de candidatos às legislativas), apela à defesa de Sócrates por parte do partido, quer seja em Évora ou em qualquer cidade. “O PS tem que falar no rigor da Justiça, exigir que se cumpra escrupulosamente e defender o cidadão José Sócrates que é um cidadão inocente”, diz ao SOL. “Évora não tem significado porque José Sócrates é transversal”, conclui.

Em 2011, a campanha do PS em Évora deu que falar pelos autocarros cheios de imigrantes indianos e paquistaneses que rumaram à cidade com o PS, quando muitos nem sabiam falar português. Agora, o risco de manifestações de apoio a Sócrates, por exemplo pelo grupo que tem feito vigílias, poderá ser a polémica da campanha de 2015 por terras alentejanas. 

sonia.cerdeira@sol.pt

manuel.a.magalhaes@sol.pt