Sociedade

Pedófilo paraplégico ficou em prisão preventiva

Um alegado pedófilo paraplégico de Amares, suspeito de violar crianças, ficou hoje em prisão preventiva, segundo decisão do Tribunal Criminal de Braga.

O detido, de 58 anos de idade, residente em Amares, distrito de Braga, sem ocupação profissional, que se desloca permanentemente numa cadeira de rodas, é suspeito de ter violado pelo menos uma criança de 13 anos de idade, tendo sido detido pela PJ de Braga na sexta-feira.

Paraplégico desde que sofreu um acidente de trabalho, em Lisboa, o indivíduo recorria a redes sociais na internet, cometendo contra crianças crimes de violação, coacção sexual e pornografia agravada de menores.

As investigações criminais da Polícia Judiciária indiciaram que o homem, residente em Amares, entrava em conversações com crianças, através da internet, coagindo-as e até ameaçando com a publicação de fotografias íntimas e que chegou a fazer circular na internet.

Na sua operação, a PJ de Braga deteve o suspeito, em flagrante delito, na posse de vária pornografia infantil durante as buscas domiciliárias realizadas na sexta-feira na vila de Amares.