Desporto

Supertaça. Jesus deu um 'tabefe' ao Benfica

O Sporting conquistou este domingo a Supertaça Cândido Oliveira, no Estádio do Algarve, derrotando o Benfica por 1-0.

Depois de um primeiro tempo com os leões a entrarem muito melhor que os encarnados e a terem um golo anulado (se foi por fora de jogo, foi mal anulado; se fosse pelo facto de a bola batida de pontapé de canto ter aparentemente curvado para lá da linha de fundo, Jorge Sousa teria estado bem), o Sporting chegou finalmente ao golo ao minuto 52: Carrillo remata de fora da área, a bola bate em Gutiérrez e trai Júlio César.

O Benfica reagiu mas sem grandes argumentos para contrariar a superioridade do Sporting. Ao minuto 59, os encarnados pedem grande penalidade após o aparente derrube de Gaitán por Carrillo. Jorge Sousa mandou seguir.

No final do encontro, Jorge Jesus protagonizou mais um momento polémico – o primeiro com as cores verde e branca. O técnico do Sporting tocou a face de Jonas, que não gostou do gesto e recusou cumprimentar o antigo treinador. Gerou-se depois uma confusão entre jogadores e equipas técnicas das duas equipas, mas sem consequências de maior:

No que diz respeito apenas ao jogo, o Sporting foi um justo vencedor e alcança o primeiro título da temporada, logo frente ao velho rival Benfica. Entre os encarnados, Rui Vitória enfrenta já a contestação dos adeptos depois de uma pré-temporada medíocre. E este foi o aperitivo para um campeonato escaldante com pelo menos três candidatos claros ao título.