Sociedade

Chamas continuam a destruir floresta no Parque da Serra da Estrela

Cerca de 260 operacionais, apoiados por 75 viaturas e seis meios aéreos, combatem o incêndio que lavra no Parque Natural da Serra da Estrela, no concelho de Gouveia, desde o início da tarde de segunda-feira.

 


O fogo, que teve início pelas 14:40 de segunda-feira na Senhora do Monte, na zona de Aldeias e Mangualde da Serra (concelho de Gouveia), "continua ativo", mobilizando 259 operacionais, disse hoje à agência Lusa fonte do Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) da Guarda.

As chamas, que deflagraram em mato, alastram com "intensidade", destruindo floresta em pleno Parque Natural da Serra da Estrela, numa área de acessos difíceis, circunstância que dificulta a intervenção dos bombeiros, explicou na noite de segunda-feira José Oliveira, segundo comandante operacional distrital da Guarda, que então comandava os trabalhos no terreno.

Entre as 00:00 e as 10:45 de hoje, deflagraram 54 incêndios no território continental do país, que mobilizaram um total de 740 operacionais, 178 veículos e sete meios aéreos, de acordo com a página da Proteção Civil na Internet. 

Mantinham-se ativos àquela hora três fogos florestais (dois nos concelhos de São Pedro do Sul e de Cinfães, no distrito de Viseu, e um em Loures, distrito de Lisboa), além dos fogos de Gouveia (distrito da Guarda) e de Arouca (distrito de Aveiro), considerados os dois mais significativos.

Lusa/SOL