Cultura

A mente de um serial killer. O novo desafio de DiCaprio e Scorsese

Leonardo DiCaprio e Martin Scorsese voltam a unir-se para dar vida a H.H. Holmes, um dos serial killers mais famosos nos Estados Unidos.

O actor e o realizador vão adaptar o livro ‘The Devil in the White City’ ao cinema. A obra foi escrita em 2003 por Erik Larson e descreve os crimes cometidos por Henry Howard Holmes em Chicago, no final do século XIX, avança o Hollywood Reporter. O site revela ainda que o papel de serial killer já está 'reservado' para DiCaprio.

Tom Cruise quis realizar (e interpretar) esta história em 2004 e 2007, mas a Paramount acabou por perder os direitos de realização. Leonardo DiCaprio adquiriu-os em 2010 e, seis anos depois do primeiro percalço, a obra regressa aos estúdios da Paramount, escreve o britânico Independent.

Billy Ray (‘Os Jogos da Fome’ e ‘Capitão Phillips’) foi o argumentista contratado para transpor esta obra do papel para o grande ecrã.

O livro centra-se em duas personagens verídicas - Daniel H Burnham e H.H. Holmes. Burnham era o arquitecto responsável pela construção do edifício que ia albergar Chicago World's Fair de 1893 (a Expo daquele ano), enquanto Holmes, disfarçado de médico, atraía as vítimas para o hotel que tinha construído exclusivamente para se dedicar aos homicídios, com quartos cheios de instrumentos de tortura e crematórios.

Holmes admitiu ter matado 27 pessoas, mas acredita-se que tenha assassinado perto de 200. “Nasci com o diabo dentro de mim e desde então tenho andado sempre com ele”, disse em 1894.

DiCaprio e Scorsese já trabalharam muitas vezes juntos. O seu último filme, ‘O Lobo de Wall Street’ (2013), foi muito elogiado e esteve nomeado para o Óscar de Melhor Filme e Melhor Actor Principal.

joana.alves@sol.pt