Internacional

Paraquedistas sobrevivem a colisão aérea na Eslováquia

Um grupo de paraquedistas sobreviveu a uma colisão entre dois aviões bimotores L-410, tendo saltado das aeronaves momentos antes do embate.

O acidente ocorreu numa zona montanhosa a 30 km da capital, não muito longe da fronteira com a República-Checa. Os primeiros relatórios do acidente demonstram que os aviões transportavam cerca de 40 paraquedistas e, de acordo com o porta-voz dos serviços de resgate eslovacos, os civis estariam a treinar para um espetáculo aéreo.

15 ainda estão a ser procurados e os bombeiros já confirmaram sete vítimas mortais.

Segundo o Independent, Juraj Denes, um funcionário do governo da agência de investigação de acidentes aéreos, avançou que os sobreviventes conseguiram abrir o paraquedas a tempo antes dos aviões chocarem a uma altitude de 1524 metros. As primeiras imagens do acidente foram transmitidas pelo canal Eslovaco, Tv Markiza, onde os destroços queimados dos aviões são evidentes.